Os bloquinhos já estão tornando-se tradicionais nas grandes cidades e capitais pelo Brasil afora. Contudo, nem todo brasileiro gosta de folia e bagunça na intensidade do carnaval. Pensando nisso, no artigo de hoje, separamos algumas dicas de passeio para você fazer com a família e fugir da bagunça dos blocos de carnavais.

 

SAMBA DO TREZE – BAIRRO DO BEXIGA – SÃO PAULO

Carnaval é época de samba. E quem disse que não dá pra curtir uma boa roda sem a bagunça dos bloquinhos? No tradicional bairro do bexiga acontece, todas as sextas-feiras, o Samba do Treze.

E o melhor de tudo é que ele é democrático! Rola Cartola, Alcione, Jorge Aragão, Paulinho da Viola, Nelson Cavaquinho, Noel Rosa, Fundo de Quintal, Adoniran Barbosa. Mas você pode encontrar desde gente vestindo trajes típicos da década de 1930 até galera com as roupas da moda hoje em dia.

 

IKAZAKAYAS – LIBERDADE – SÃO PAULO

Ainda em São Paulo, aproveitando a onda dos rodízios japoneses e temakerias que invadiram a cidade e literalmente, caíram no gosto do paulistano, a nova tendência para os próximos anos são os Ikazakayas – bares tradicionais japoneses. Neles você poderá encontrar bebidas típicas e comidas tradicionais da culinária oriental e, se você estiver com sorte, até achar karaokês.

Se você está afim de fazer um Happy Hour diferenciado durante o carnaval, o lugar é na Liberdade. A região já conta com alguns izakayas bem populares como o Kintaro, Bentô House e o Ikazayada.

 

PARQUE NACIONAL DO CATIMBAU – VALE DO IPANEMA – PERNAMBUCO

O estado do Pernambuco é um point dos bloquinhos de carnaval, principalmente em Olinda e Recife. Mas nem por isso o pernambucano não pode aproveitar um rolê alternativo nesse feriadão.

O Parque Nacional do Catimbau é considerado o maior sítio arqueológico do Brasil. Além disso é um dos destinos mais procurados na época de folia pela tranquilidade e por ser um passeio “barato”.  Durante o passeio você pode fazer a Trilha das Três Torres e passar por escavações naturais de rochas que variam entre as cores amarelo, vermelho e laranja. Ao longo do trilha há um mirante de onde você verá um pôr do sol alaranjado e inesquecível.

Não poderíamos deixar de citar também as pinturas rupestres, inscritas em rochas do parque. Estima-se que elas tenham até 6 mil anos de idade e que constituem uma representação da nossa pré-história.

 

BOM JARDIM – NOBRES – MATO GROSSO

Que tal fugir do carnaval para um passeio paradisíaco? No distrito de Bom Jardim, em nobres, você poderá encontrar um mundo de belezas naturais quase que intactas e pouco exploradas por turistas.

O destino fica a cerca de 150 km de Cuiabá e conta com rios cristalinos, grutas e cachoeiras de perder o fôlego. É quase impossível não comparar Nobres com a cidade de Bonito, no Mato Grosso do Sul. A grande diferença entre as duas cidades é que Nobre tem preços muito mais baixos.

Por Pedro Victor